Do pasto aos mercados.

Que somos amantes da carne bovina, isso é um fato! Mas pouquíssimas pessoas conhecem o trajeto que ela faz desde o pasto até as mesas. Confira abaixo, todo o processo envolvido na criação, seleção do gado, e por fim, seu aproveitamento!

1 – Nossa história começa com o nascimento de um indivíduo saudável, que será criado no pasto até o terceiro ano de idade. Ou confinamento com alimentação selecionada, vacinas e uma intensa engorda para o abate, quando ele atingir o peso máximo ideal!

2 – Após ser transportado, o gado chega ao frigorífico, onde é lavado para aliviar o estresse da viagem e confinado durante um dia sem água ou comida, por razões sanitárias no momento de retirada das vísceras.

3 – No dia seguinte, os animais são direcionados para um corredor estreito, onde são lavados, favorecendo a vasoconstrição para o abate.

4 – Ao final do corredor, um funcionário posicionado acima do animal, aplica um dardo com uma pistola pneumática no centro de sua cabeça, para insensibiliza-lo.

5 – Após isso, é feita a esfola, retirada das vísceras e separação da carcaça em quartos. (2 traseiros e 2 dianteiros.)

6 – A última etapa, consiste em levar a carcaça limpa  e lavada em  temperatura ambiente por cerca de 4 horas, para um resfriamento natural, e logo após, para uma câmara frigorífica de 4° a 7° por aproximadamente 12 horas para a liberação da musculatura em perfeita conservação. Após esses dois processos, a carcaça deixa de ser músculo para se tornar carne, pelo relaxamento da musculatura.

Esse foi o nosso artigo. Gostou dele? Temos vários outros disponíveis aqui no site, mas antes de ir, não se esqueça de nos seguir pelo Facebook e Instagram!

Compartilhar:
error: