Quem comia carne antes de nós?

Seja quando saboreamos um suculento hambúrguer em alguma avenida ou no tradicional churrasco de família, nosso amor por carne nunca deixa de se fazer presente. Nossas vidas estão repletas desses aspectos culturais e biológicos que nos tornaram quem somos: Apreciadores da incrível culinária que envolve a carne!

Nosso gosto por carne é influenciado por diversos aspectos. Sociais, pessoais ou naturais, mas sabemos que assim como qualquer ideia é uma construção baseada em experiência, o gosto por carne é o resultado de um processo que nos acompanhou por milhares, ou talvez milhões de anos!

Envolvendo toda a nossa evolução, e talvez até mesmo sendo um fator determinante para o nosso desenvolvimento.

Estudos científicos já comprovaram que o consumo das proteínas encontradas na carne, é de fundamental importância para o desenvolvimento do cérebro a longo prazo, o que ao longo de gerações, contribui para melhorias genéticas altamente significantes para as espécies.

Obviamente, esse não é o único fator determinante para a formação da inteligência, porém, a necessidade de estratégia, planejamento e raciocínio de longo prazo para se capturar presas, é de fato, determinante para o desenvolvimento.

Conta-se porém, que foi à partir do momento que o homem passou a cozinhar sua carne, que a maturação de sua inteligência começou a ocorrer, pois a carne não crua, libera um novo lote de substâncias químicas capazes de ampliar áreas cerebrais ao longo de gerações.

Com isso, entendemos que embora a carne possa ser frequentemente desassociada do comportamento humano em diversas ocasiões, ela foi fundamental para a formação da nossa espécie!

Gostou do nosso artigo? Já sabe que estamos te esperando pra experimentar o melhor do churrasco carioca, né? Então antes de continuar navegando, não se esqueça de nos seguir pelo Facebook e Instagram!

Compartilhar:
error: